Terça, 11 Fevereiro 2020 15:22

Com merenda e transporte escolar garantidos, mais de 34 mil estudantes do interior e comunidades indígenas Destaque

Os estudantes do interior e das comunidades indígenas voltam às aulas para concluir o ano letivo 2019 Os estudantes do interior e das comunidades indígenas voltam às aulas para concluir o ano letivo 2019

Depois das férias escolares, chegou o momento de voltar para a sala de aula. Na próxima segunda-feira, 27, um total de 34.753 alunos das escolas dos municípios do interior (área urbana e rural) e das escolas indígenas retornam às salas de aula.

Seguindo o Calendário Escolar e em cumprimento à Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9394/96), que estabelece 200 dias letivos e 800 horas de aula; nestas escolas, os estudantes retornam para cumprir o ano letivo 2019, em função do atraso do início das aulas no ano passado.

Nas escolas do interior, 17.951 alunos retomam o 4º bimestre letivo e encerrarão as aulas no dia 15 de fevereiro. Nas escolas indígenas, as aulas para os 16.802 estudantes seguirão até o dia 19 de março.

Milena Souza, diretora do DGE (Departamento de Gestão Escolar), setor responsável pelas unidades de ensino do interior, informou que as escolas estão preparadas para a volta às aulas.

“No dia 27, todas as escolas do interior retornam para conclusão do 4º bimestre do ano letivo 2019. Já estamos com merenda nas escolas, transporte escolar garantido pela Secretaria Estadual de Educação e o quadro de lotação de professores completo”, enfatizou Milena.

O DAE (Departamento de Apoio ao Educando) iniciou as rotas de entrega dos gêneros da merenda escolar no dia 22 de janeiro pelos municípios de Amajari, Pacaraima, Alto Alegre e Cantá (comunidades indígenas).

No dia 28 de janeiro, as rotas serão para Uiramutã, Bonfim, Alto Alegre e para os municípios do sul do Estado. Entre os itens que serão entregues estão biscoito, iogurte, polpa de frutas, extrato de tomate, arroz, feijão, farinha, macarrão, ovos além de sardinha, frango, peixe e carne moída.

Após esta primeira entrega de gêneros, as escolas serão abastecidas com produtos da agricultura familiar como frutas (laranja, mamão, banana, melancia) e hortaliças (cheiro-verde, rúcula, alface), além de tomate, macaxeira, pimentão, abóbora, entre outros.

Em relação ao transporte escolar, o serviço será prestado por 36 empresas que, juntas, atenderão estudantes em 139 escolas localizadas no interior e nas comunidades indígenas do Estado.

A Seed também já está trabalhando na elaboração do Calendário Escolar 2020 para o interior e escolas indígenas e, assim que for concluído, será amplamente divulgado para a comunidade.

BOA VISTA - Na Capital, as aulas começam no próximo dia 30 de janeiro. Nestas escolas, será iniciado o ano letivo 2020. O Calendário Escolar já foi publicado e terá 202 dias letivos, sendo 50 dias no primeiro, terceiro e quarto bimestre, e 52 dias no segundo bimestre.

O período que vai de 27 a 29 de janeiro está reservado para o retorno dos professores e planejamento das aulas. As escolas também já estão sendo abastecidas com os produtos para o preparo da merenda escolar.

CENSO ESCOLAR - Segundo dados do Censo Escolar 2019, em Roraima, existem 374 escolas e 75.386 alunos matriculados. Na zona urbana dos municípios, incluindo Boa vista, são 81 escolas e 52.781 alunos.

Somente na Capital, são 57 escolas e 40.633 alunos na rede estadual de ensino. Na zona rural, 39 instituições atendem 5.803 alunos, e nas comunidades indígenas são 254 escolas e 16.802 estudantes matriculados.

 
 
Ler 106 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.